Terça-feira, 3 de Maio de 2011

Lá se pensam, cá se fazem.

Pensando nos meus caros RTIATianos, que têm família espalhada nas Américas, partilho convosco uma bela ideia patrocinada pela Fundação Calouste Gulbenkian. Abaixo deixo o projecto que mais me entusiasmou.
"FAZ, ideias de origem portuguesa, é uma iniciativa dirigida à diáspora portuguesa. Sabe-se que existem 2,3 milhões de portugueses no mundo, nascidos em Portugal, e que se contarmos com os descendentes, a soma aumenta para os 5 milhões. Com o mote "Lá se pensam, cá se fazem", FAZ desafia esses 5 milhões a conceberem, um projecto de empreendedorismo social a concretizar em território português. No fundo, FAZ é um concurso de ideias, mas também um apelo aos talentos da diáspora portuguesa para que se mobilizem no sentido de construírem o futuro da comunidade que é de todos.

O regulamento estará disponível a partir de 4 de Janeiro de 2011, data em que poderão começar a ser enviadas as primeiras propostas para esta plataforma incubadora de ideias."

FAZ - IDEIAS DE ORIGEM PORTUGUESA
 
Ideias de Origem Portuguesa, iniciativa da Fundação
Calouste Gulbenkian e da Fundação Talento, é uma
plataforma de incubação de projectos de inovação e
empreendorismo social que pretende convocar a
diáspora portuguesa para pensar novas e melhores
respostas para os desafios que o nosso País enfrenta.



O concurso desafia a diáspora portuguesa a lançar
ideias e formar equipa com portugueses residentes
em Portugal para, em conjunto, lhes darem vida,
transformando-as em projectos nas áreas da Inclusão
Social, Envelhecimento, Ambiente e Sustentabilidade
e Diálogo Intercultural."

 

 

 

 

 

DESCRITIVO da ideia que mais me fascinou, como professor de Cultura, Língua e Comunicação:

 

O Livro, ideia de Teresa Henriques, dos Estados Unidos da América

 

 

Livros de autores portugueses e estrangeiros seriam audíveis pela rádio em todo o País. As pessoas de terceira idade, que hoje em dia estão "embrutecidas" ao ver televisão praticamente diariamente, com este projecto teriam uma abismal melhoria de qualidade de vida.
Para este programa funcionar seria preciso uma rede de pessoas habilitadas a gravar a sua voz a ler um livro. Podemos ir buscar estudantes de línguas a todas as faculdades do Pais, gravar uma pequena biblioteca e pôr na radio em loop, organizado por um capitulo de um certo livro a uma hora especifica em cada dia da semana. Podemos levar esta biblioteca a todo o Pais com um sinal de radio. A Edição desta radio poderia ser feita por estudantes de áudio-visuais.
Estes livros seriam acessíveis a todos os portugueses sem distinções, melhoraria a cultura dum país que é conhecido mundialmente pelos seus escritores."

 

in  http://www.ideiasdeorigemportuguesa.org/ideia.php?id=230

 

... tem tudo a ver com O Leitor, de B. Schlink, quando a Hanna já está bem velhinha. Apressem-se na leitura RTIATianos! Estou certo que irão pasmar-se com o segredo que o livro esconde. Boas leituras!

 

Pedro Chorão

publicado por rtiatpovoacao às 03:29
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. Feira Povoacense de 9 a 1...

. CLC 7 – DR3: Ciência e Co...

. Como se faz um audiolivro...

. "Biblioteca" de audiolivr...

. CLC 7 - DR2: Tutorial do ...

. "Fundação Pingo Doce de P...

. Mecenato: uma reflexão, n...

. Actividade Extra -.curric...

. A Tempestade de William ...

. Novos livros

.arquivos

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds